Contribuições para Análise da Viabilidade Econômica da Implementação do Plano ABC e da INDC no Brasil - Resumo Executivo

COMPARTILHE

O objetivo do presente estudo foi apresentar uma análise econômica de custo benefício e de ganhos ambientais decorrentes da implementação do Plano ABC no Brasil até 2020. Pela representatividade e sinergia com a INDC brasileira, foram selecionadas, dentre as preconizadas no Plano ABC, as tecnologias de recuperação de pastagens degradadas (RPD) e de implantação de sistemas integrados de produção. Além disso, foram incluídas no escopo desse estudo as metas adicionais referentes ao setor agropecuário anunciadas na INDC brasileira, ampliando o horizonte temporal para 2030. As principais premissas utilizadas nas análises realizadas pelo GVces foram validadas por um grupo de trabalho constituído por especialistas no tema no âmbito da Coalizão.

Portanto, esse documento apresenta a síntese das análises econômicas associadas à recuperação de 30 milhões de hectares em pastagens degradadas (sendo 15 milhões referentes à meta assumida no Plano ABC e 15 milhões adicionais como divulgados pela INDC brasileira) e a implantação de 9 milhões de hectares em sistemas integrados de produção (sendo 4 milhões referentes à meta assumida no Plano ABC e 5 milhões adicionais como divulgados pela INDC brasileira).

A pesquisa foi desenvolvida por meio de: i) revisão bibliográfica, que levantou dados sobre custos de implementação das técnicas em questão; ii) entrevistas com especialistas e organizações do Brasil dos setores agropecuário e de silvicultura; iii) reflexões com membros dos Grupos de Trabalho (GT) organizados na esfera da iniciativa Coalizão Brasil Clima, Floresta e Agricultura (GT8); iv) reflexões internas da equipe GVces. Cabe mencionar que o escopo e as premissas utilizadas para os cálculos foram validados em reunião presencial com especialistas e membros dos GTs correspondentes a cada tema.

Esse documento apresenta apenas uma síntese das conclusões. O detalhamento das premissas e métodos adotados, limitações da análise e bibliografia estão no estudo completo.

Acesso à publicação