Suzano busca soluções para a padronização na coleta de dados de qualidade para seu Inventário de Emissões

08/12/2011
COMPARTILHE

Os primeiros relatórios de emissões de GEE da Suzano foram produzidos em 2007, com a ajuda de uma consultoria externa, e contemplavam os Inventários de emissões de 2003 a 2006 e do ano base de 2000.

Em 2008, com sua entrada no Programa Brasileiro GHG Protocol, a empresa conseguiu uma maior exatidão com base em padrões brasileiros no relatório de suas emissões.

O grande desafio para a Suzano - que possui um quadro extenso de colaboradores participando da elaboração dos inventários de emissões - era sistematizar o inventário e garantir que os dados fornecidos a cada ano fossem coletados de maneira uniforme, assegurando desta forma qualidade e exatidão nos resultados finais do Inventário.

Em 2009 a empresa deu um importante passo a fim de criar procedimentos específicos para a coleta de dados e, a partir de entrevistas com os colaboradores envolvidos, foi elaborado um documento que servirá como um “Manual Padrão para Coleta de Dados de GEE”.

Esta sistematização já está auxiliando a empresa a quantificar as emissões ocorridas ao longo de todo o ciclo de vida de seus produtos, o que possibilita o cálculo  da pegada de carbono de cada um.

Mais Lidos

Nenhum post encontrado.